sexta-feira, 2 de março de 2012

Clássico

Hoje é um dia importante para a melhor equipa portuguesa e a outra equipa azul.
A melhor equipa tem a obrigação de ganhar até porque o jogo é em casa, mas existem dois factores que me deixam com o pé atrás:

- Jorge Jesus:
Por mais que goste dele, em jogos grandes ele costuma assutar-me. Gosta de inventar para depois, caso corra bem, ser elogiado. Raramente gosta de ir pelo caminho mais fácil e é teimoso. Nunca mais me esquece daquele jogo em que ele mete o David Luiz a lateral para tentar parar o Hulk, o resultado foi o que se viu.
- Pedro Proença:
Não estou a preparar desculpas mas a verdade é só uma, o Benfica nunca ganhou nem ao Porto nem ao Sporting com este arbitro, do outro lado, o Porto nunca perdeu contra o Benfica nem contra o Sporting. As estatísticas não são tudo mas valem sempre alguma coisa. Para não falar que ele foi visto a sair do Dragão no domingo passado, algo que não foi desmentido.

Acho que o Benfica tem uma pequena vantagem em termos físicos, da equipa titular apenas o Garay jogou pela sua selecção, o Porto possivelmente não terá o James como titular.
Se o Javi Garcia tiver em boas condições, se o Emerson pelo menos conseguir jogar como meio jogador e se o Gaitan voltar aos bons tempos, o jogo não nos deve fugir.

Ah, gostava de ter o Nolito a titular no lugar do Bruno Cesar.. mas duvido.

2 comentários:

Xana disse...

Estamos todos tão cheios de vontade de ganhar que até tenho medo. Como disseste, em jogos decisivos o JJ lembra-se sempre de inventar e a coisa geralmente dá para o torto.
Quanto à arbitragem prefiro nem falar porque dá-me urticária...

faa disse...

Pois, estás como eu. Mas não quero sequer pensar na possibilidade de perder o jogo, era mau demais.