quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Mais uma quinta

Quinta-feira atrás de quinta-feira, greve atrás de greve. Isto já cansa um bocadinho, pelo menos a mim pois sei que para os senhores do metro é óptimo, ganham o mesmo e descansam mais umas quantas horas.

E como não há metro, os autocarros vão atulhados de pessoas ou seja, muita confusão e o 746 que caminha para o Marquês de Pombal não é excepção.

Vê-se de tudo, conversas sobre os filhos, telefonemas estranhos, empurrões.. ui os empurrões, aqui é que toda a diversão começa. Cada empurrão é respondido com um insulto: "Oh gordo, já não te chega o espaço que estás a ocupar?", "Que bruta! Queres arrancar-me a perna é?", "Está calada oh puta!".

Com isto, formam-se alianças, nenhuma mulher com mais de quarenta e cinco anos que se preze gosta de ficar de fora de uma confusão, tem logo que meter o nariz e melhorar exponencialmente o ambiente do transporte e transformar aquilo numa selva.


Como os autocarros ficam super cheios, é ver as pessoas a correr para as portas de trás para tentar entrar e arranjar um espacinho onde consiga ficar, algo normal, até eu já fiz isso. O problema é quando as portas não fecham e começam a empurrar as outras pessoas, são dezenas de insultos atirados ao mesmo tempo ao infeliz por todas as outras pessoas que se sentem mais apertadas mas claro, quem quer entrar não desiste, se já se viu umas dezenas de pessoas dentro de um mini, num autocarro tem que caber umas centenas. 

Todas as quintas-feiras, a educação e o civismo faz greve juntamente com os trabalhadores do metro.

9 comentários:

Anónimo disse...

Descreves na perfeição a minha vida matinal das quintas negras desde que existe greve... Por vezes até considero aquilo um pouco animalesco...

faa m. disse...

é perigoso mesmo! temos que jogar na defensiva e ficar escondido num cantinho a apreciar o safari :)

Namorado P.S. disse...

Ainda bem que não ando de metro... :S

faa m. disse...

andar de metro é bué da fixe :)

Nada disse...

E é por isso que ando a pé...até me cansar depois...paro.

João disse...

No Japão isso é diário, lol! Não é preciso haver greves para aquilo ir atolado de pessoas...xD

Mas sim tens razão e é tudo uma enorme javardice. Eu muitas vezes dou comigo a pensar: "mas estes caralhos que fazem greve ainda levam algum salário para casa ao fim d mês?"

É que se levam com a quantidade de greves que fazem...chiça! Devem ganhar muito bem! xD

Abraço e bom domingo :3

faa m. disse...

@Nada
está mal, devias continuar a andar mesmo casado :D

@João
não deixam de receber no dia em que fazem greve.. senão já tinham parado!

Rita disse...

Ainda hoje de manhã, uma mulherzinha estranha empurrou-me com um dedo, como se estivesse a jogar e sempre a clicar numa tecla. Se não a música a tranquilizar-me e o sono, tinha mandado a mulherzinha ao alho. Mas o pior dos transportes públicos é sem duvida no verão, naqueles dias de brasa em que vais ao lado de alguém que se esqueceu de tomar banho na noite anterior e de manhã e vai na maior tranquilidade.. No inverno sempre passamos por pinguins xD

faa m. disse...

ahah, com um dedo? até foi fofa :P