quinta-feira, 25 de junho de 2015

Livro #3


Northern Lights by Phillip Pullman

Minha nota: 3* (de 5)
Nota do goodreads: 3.9*

O primeiro livro da trilogia His Dark Materials que há uns anos teve uma adaptação para cinema com o filme The Golden Compass. Na altura não achei o filme mau mas também não era um filme com muita qualidade, cancelaram a adaptação dos seguintes filmes.

Anyway, quanto ao livro em si eu gostei da história mas não muito da maneira que foi contada, tem diálogos um pouco aborrecidos e infantis tal como não tem plot twits nem nada semelhante pois assim que falam na possibilidade de algo acontecer, já se sabe o que será o próximo capitulo. 

Gostei da ideia de todos os humanos terem um Deamon na forma de um animal aleatório (azar daqueles que os Deamons são animais aquaticos pois como nunca podem estar afastados, a pessoa terá de estar sempre em zonas com água).

A história é interessante, Lyra é uma criança normal que devido a coisas que não sabe (eu sei mas não vou spoilar) entra numa aventura no meio de uma realidade em que as crianças estão a ser raptadas e ninguém sabe por quem. 

Se gostas de livros de fantasia e não sabes o que ler, este é uma boa escolha.

6 comentários:

Eolo disse...

Gostei do His Dark Materials, não o achei assim tão infantil mas confesso que a minha memória já não permite distinguir o que é que acontece num livro ou noutro porque tenho tudo condensado, acho que li isto em 2008. O filme detestei.

Aconselho-te a continuar a ler, gosto muito de Philip Pullman principalmente pela crítica social direccionada à Igreja Católica que também está present no His Dark Materials. Um outro livro dele que eu também gostei foi o "The Good Man Jesus and the Scoundrel Christ".

faa m. disse...

Eu vou ler os seguintes, alias, é já o próximo livro que vou ler. Gostei do livro mas achei a escrita um pouco má.. e a cena dela com o urso para mim foi tipo wtf.. conhecem-se há dois dias, mal falaram mas já andam a dizer "eu amo aquele urso mais do que qualquer outra coisa". Epá, é uma miúda eu sei mas suava-me tão mal sempre que lia aquilo...
Sim, notei a critica à igreja e à religião e isso está engraçado :)

Eolo disse...

Fico à espera do que achas dos outros. Mas isso da escrita é super discutível, eu por exemplo detesto a forma de escrita do senhor do Game of Thrones e fica tudo muito espantado.

faa m. disse...

Já ando a ler o segundo livro :)

David Galopim disse...

Também não concordo de todo como já te referi muitas vezes pessoalmente. A escrita dele pelo que me lembro era bastante rica, e as descrições dele muito boas, eu que enjoo com sangue até enjoava com as descrições dele que metiam sangue ao barulho :p E não acho que não tenha plot twists, vai havendo surpresas ao longo dos livros e as personagens estão muito bem construídas, especialmente a miss Coulter, que a meu ver é melhor vilã que o Voldemort, é mais complexa, e é interessante como ela lida com o dever (sem spoilar) perante a Lyra e a sua missão. As personagens secundárias são interessantes e o facto de morrerem personagens principais, e o modo como morrem, só mostra que a história é tudo menos infantil. Para não falar na coragem de se matar crianças numa história virada não só mas também para o público jovem. A cena do fim do primeiro livro, fez me sofrer bastante, até eu senti um aperto com a descrição do que aconteceu. Continua a ler a trilogia, e vamos ver se a tua opinião muda.

faa m. disse...

Mas eu continuo a dizer que estou a gostar dos livros David, só não gosto muito da maneira como o homem conta a história.
Quanto a ser melhor que o Voldemort.... pelo primeiro livro não concordo. Agora veremos nos próximos. :)