quarta-feira, 13 de junho de 2012

Dia #50

Já estou aqui há quase 2 meses, já tenho uma pequena noção de como é que as pessoas de cá vivem.

Um funcionário publico tem como salário mínimo 300 dólares mas quem trabalha no privado ganha no mínimo 150 dólares. Tendo em conta que o preço da comida é média duas ou três vezes mais cara que em Portugal, isto mal dá para comer. Mas para além de comer têm de ter uma casa, segundo me disseram um T1 na zona de Benguela custa para cima de 500 dólares mensais.

-Então como é que as pessoas vivem? - Perguntam vocês.

Tenham calma, eu estou a tentar explicar isso mesmo. Bem não vivem de certeza. Aqui só tem casa quem é "rico", as outras pessoas vivem em barracos, quase como as favelas brasileiras, são milhares de quilómetros só com barracos. Quanto à comida, existem feiras em que as coisas são mais baratas mas as condições também são muito más. E se alguma pessoa ficar doente, provavelmente não sobrevive. A malária é a principal causa de mortes aqui e é algo que se cura em quatro ou cinco dias de medicação, mas esta medicação tem um custo que muitos não podem suportar.

A segunda maior causa de mortes são os acidentes na estrada. Há dias houve um acidente em cadeia que matou à volta de cinquenta pessoas. Não sei como é que um acidente em cadeia mata tanta gente..
E as passadeiras? Aqui ninguém para nas passadeiras, então tenho de esperar uma oportunidade para passar e assim que meto um pé na passadeira vejo os carros a acelerar e praticamente oiço um "BRANCO NA PASSADEIRA" vindo dos carros que se estão a aproximar. É preciso ter muito cuidado nas estradas, porque caso se tenha um acidente, todas as pessoas que se vão aproximar não vão ajudar, vão roubar e deixar-te no estado que te encontrarem, se tiveres a morrer, azar, eles não querem saber. Por isso, o melhor aqui é mesmo andar a 20km/s.

Mas um dos valor que me deixa mais parvo, mais do que já sou, é o preço da internet.
Em Portugal pago 20€ mensais por 12Mb/s com tráfego ilimitado. Aqui a internet mais rápida é 10Mb/s com 150Gb de tráfego. Quanto é que acham que se paga por isto?

-50€? Ou talvez mais, 100€? - Boa tentativa, acho que nunca adivinhariam.

Por 10Mb/s paga-se nada mais nada menos do que 980 dólares mensais! Algo como 700€ por mês! Não, não estou a brincar.
Em minha casa tenho net de 750Kb/s, péssimo serviço. Custa à volta de 150€.


16 comentários:

Patrícia disse...

Wow fiquei parva com o preço da internet! :o

faa disse...

Então já começas a ser da "casa" :)

É demasiado cara mesmo!

Su disse...

Deixaste-me de queixo caído com cada frase que escreveste!

Abraçar o Tempo disse...

Estou estupefacta com a exorbitância do preço da Internet, bolas!
Quanto ao resto , já tinha um conhecimento mínimo, sobre as condições em que infelizmente vivem esses seres humanos.É uma tristeza.
Quanto a ti que não conheço, mas vou acompanhando aqui diariamente, desejo
que continues a saber lidar da melhor, forma com todas as adversidades que te possam surgir.
O teu testemunho acrescenta sempre algo a quem lê, gosto de te ler.

Fica bem:)

Dany disse...

Fogo, que condições... Ainda as pessoas se queixam de Portugal...

QueenC. disse...

Continuei sem perceber como é que as pessoas vivem mesmo. Ou melhor, como é que tu consegues viver aí?!
Quais são os teus truques?

faa disse...

@Su
Eu não fiquei muito surpreendido pois já era a realidade que estava à espera.

@Abraçar o Tempo
No inicio foi difícil entrar nesta realidade, depois com o tempo habituei-me e depois de começar a viver ao modo daqui, isto acaba por não ser muito difícil. Quando chegar a Portugal vou dar muito mais valor a certas coisas e também ganhei uma capacidade de desenrasque muito grande.
Esse é o meu maior objectivo neste blog, conseguir ser interessante e oferecer alguma informação :)

@Dany
Em Portugal vive-se muito bem em comparação com outros países. Mas também se vive mal em comparação com outros xD Temos que saber dar valor ao que temos e olhar para os melhores para crescer.

@QueenC
Eu não vivo com as condições das pessoas de cá. A minha vida aqui é dezenas de vezes melhor que a maioria.
Só tive foi de aprender a viver sem algumas coisas que em Portugal são normais.
Como eles conseguem viver, também não sei. Eu estou a trabalhar numa empresa publica e só convivo com pessoas da direcção, pessoas com bons postos que devem ganhar mais, algumas bem mais, que o salário mínimo. O que sei é através de conversas com as pessoas que aqui trabalham.

Vic disse...

Mas acredito que haja uma classe que vive à grande e à francesa, faa

faa disse...

Não tenho dúvidas nenhumas disso Vic. Aqui há muita gente milionária.

Rita disse...

Que diferença abismal entre países desenvolvidos (à partida) e os países subdesenvolvidos! Incrível o fosso entre a qualidade de vida e as condições mínimas exigidas!

Aí o fosso entre ricos e pobres é colossal! E muito triste, diga-se de passagem!

K@'12 disse...

O preço explica-se com base em teorias da necessidade...
A Internet ai não é um bem essencial com em alguns países da Europa... Como tal queres tens que ter dinheiro para pagar...
Quanto os medicamentos como tem muita procura aumentam ou então como tem poucas embalagens aumentam-lhe o preço para lucrar muito com a venda de uma embalagem...
Convenhamos que ás vezes que quem tem mais problemas de racismo não são os ditos brancos mas sim os pretos....

faa disse...

Sim, mas mesmo assim, o preço é algo como 35 vezes mais caro! É demais.
Existe muito racismo para os brancos pelos pretos, bem mais do que o inverso em muitos países. Aqui não me senti discriminado mas sei que principalmente os mais velhos têm um complexo de inferioridade por causa de tempos passados.

Elsa disse...

Credo...

K@'12 disse...

É normal, as gerações mais novas não sentem tanto isso porque a escravatura já foi abolida há algum tempo mas mesmo assim deixa sempre marcas :/

FireHead disse...

E depois ainda nos querem vender a ideia de que Angola está a ficar muito desenvolvida...

Tenho uma amiga enfermeira que tem ido para aí trabalhar de tempos e tempos e que me confessou que nunca imaginou vir a detestar tanto os pretos...

faa disse...

É tudo uma publicidade enganosa. Por acaso já tinha uma boa ideia do que isto é antes de vir para aqui, informei-me bem. E aqui em Lobito não se está nada mal.