quinta-feira, 21 de junho de 2012

Dia #58

Apesar do que eu disse neste post, existe uma grande diferença anímica em comparação com Portugal.

Enquanto Portugal está a viver uma das piores épocas dos últimos anos, Angola nunca esteve melhor do que está agora. Enquanto em Portugal quase que não existem novos negócios e oportunidades, em Angola isso não falta.

Quem está aqui à mais tempo, diz que é impossível não notar no grande crescimento da Angola. E as pessoas sentem-se felizes por isso, mesmo sabendo os muitos problemas que ainda têm.

Convivo com muitas pessoas diariamente, pois estou a trabalhar numa empresa com 2000 trabalhadores, e ainda não me cruzei com alguém mais antipático ou de mau humor, no geral toda a gente está alegre e de bom humor. É natural pois estão a atravessar pela sua melhor fase, ao contrário de Portugal.

Mas mesmo assim o povo português vai mantendo uma boa disposição, não digo lutando para melhorar porque isso não acredito. Enquanto o estado tiver a sustentar +/- 60% da população com subsídios de desemprego, baixas, reformas, bolsas, não vamos melhorar nunca.

Ou como vi ontem no facebook, "Se os portugueses exigissem do estado português metade do que exigem do Ronaldo, hoje estaríamos muito melhor"

10 comentários:

Rita disse...

Ui, essa última frase diz tudo!

Eu cá acho que nós, Portugueses, somos uns acomodados (claro que as generalizações não devem ser feitas).

Contra mim falo mas acenam-nos com os 3 F's do Salazar (Fado, Fátima e Futebol) e ficamos todos anestesiados!

a Gaja disse...

Angola está a crescer mas esse crescimento faz-me tanta confusão e só me faz prever que quando cair será bem pior...espero que não e que continue tudo em cima e a melhorar.Mas pelo que vou ouvindo aqui e acolá é assustador. Enfim, Portugal enquanto tiver o Euro nada é preocupante, o pior será depois quando já não houver futebol pro pessoal e voltarmos à realidade. Esta crise passa quando o governo perceber que pagar para as pessoas ficarem em casa não é solução...tem de haver trabalho para a economia crescer e o dinheiro circular.

Vic disse...

Lá isso é verdade :)

Cor do Sol disse...

Eu acho esse comentários acerca dos Portugueses viverem à custa do Estado pouco verdadeiro porque a maior parte das pessoas nao esta assim porque quer. O povo Portugues é trabalhador e não tem a culpa desta crise desmesurada. Eu comparo com os Irlandeses e estes sim vivem às custas do Estado, tem boa vida e nem se dao ao trabalho de procurar nada e aqui há emprego. Em Portugal mal dá para viver com o que o Estado dá :(

faa disse...

@Rita
Só fazemos greves, quer dizer, a CP só faz greve e a média de salários deles é para cima de 1500€...

@a Gaja
Não me parece que irão cair, o crescimento é mais em condições de vida, eles também merecem de viver em condições.
Tens toda a razão no que dizes, dinheiro faz dinheiro.

@Vic
:)

@Cor do Sol
Eu acho que os portugueses que vão para fora são pessoas que querem trabalhar, que vão mesmo para ganhar a vida, dão o litro. Fora de Portugal tenho a certeza que somos dos melhores trabalhadores que existe.
Dentro de portas, nem por isso. Conheço ene de casos de pessoas que são despedidas, têm 2 anos de fundo de desemprego, são como 2 anos de férias para eles. Ou então arranjam um emprego por fora e ganham dois ordenados, sendo um roubado ao estado.
Claro que nem toda a gente é assim, mas uma grande percentagem é, isto é pelo menos a minha opinião do que tenho visto por cá.
E esses 60% que falei são a puxar para baixo pois já não me lembro se eram 60 ou 70. Foi uma notícia que vi há uns tempos..

isabel disse...

a média deles é acima de 1500€ mas os senhores da cp são especiais. mais sensíveis. ai ui. (eu tenho uma revolta especial em relação aos comboios. deve-se a noites dormidas ao relento e tudo mais.)

Rita disse...

E eu conheço algumas pessoas que dizem o seguinte: "Se recebo mais do fundo de desemprego sem fazer nenhum do que o que recebo num trabalho qualquer, porque hei-de dar-me a esse trabalho?".

É triste, não sei como alguém não se sente inútil passando o dia a coçar a micose! Mas como tive exemplos de pessoas que recebiam bolsa de estudos e gastavam-na TOTALMENTE em compras, quando eu tive de trabalhar sempre para ter dinheiro para as propinas (e nem sempre as consegui pagar a tempo e horas)... é o que temos!

faa disse...

@Isabel
Tens tu e eu.. não consigo perceber como é que fazem greves quando lhes apetece. Então quando eles calham com feriados ou sextas feiras..

@Rita
Pois, o mal é que estão a tirar esse dinheiro a quem verdadeiramente precisa e se toda a gente só usa-se o dinheiro que precisa, todo ganharíamos com isso, salários maiores, menos impostos.

wapy disse...

@faa se pudesses arranjar referência para essa notícia era fantástico :)

faa disse...

Já a vi há uns meses e já nem sei em que jornal foi :/