quarta-feira, 6 de março de 2013

E o parvo sou eu? #2

Yah, mesmo isso. Tema pedido por alguém que não deseja ser identificado:

- A(o) Tuxa.


Muita gente não deve saber quem é a(o) Tuxa. Eu também não sabia até há pouco tempo, quer dizer, pelo menos pelo nome. É basicamente o José Castelo Branco dos pobres.


Tenho que admitir que já me ri muito à pala dos vídeos que estão no Youtube, desde a opinião dela(e) sobre o Simão Saborosa ao vídeo sobre a separação dela(e) com o Fernando.

Comecemos pelo vídeo mais antigo, ainda no tempo do Bondage. Foi o inicio de uma vida famosa, tenho a certeza que o Simão se sentiu lisonjeado com estes elogios.
"O meu querido Simão Saborosa que é podre de bom!",  jogador que "a deixa louca" da cabeça quando o vê. "Eu sou fogo na cama, sou pior que o fogo a queimar lenha!"

Adorei as interpretações, principalmente o cover da música "Mexe mexe que eu gosto". Uma postura exemplar de meter inveja a muitas Agatas e Romanas, sempre com uma grande visão para a coreografia. Não há como criticar.
"De joelhos, um de cada lado a mexer na minha cintura, que é a abertura"

Teve uma festa de casamento muito feliz, tenho pena que a Pipoca Mais Doce não tenha comentado os outfits dos convidados desta memorável festa.
"O meu sonho sempre foi casar vestida de noiva, aahh prontos e (...) faz hoje um ano que encontrei o meu marido" 
Não entendo o porque do marido, o Fernando dizer que "gosta muito de estar com a pessoa, gosto muito de estar com ela (...)" mas nunca diz o nome do(a) Tuxa, não devia nunca ter vergonha de estar com uma pessoa incrivel como esta.
"(...) mais uma segurança pois já estou casada com ele, já posso dizer que é meu marido para o resto da vida e será, penso que sim até a data de hoje"
Esta frase é mesmo de poeta, "para o resto da vida, penso que sim até a data de hoje".

E claro, talento não lhe falta e como tal, nada como participar no "Portugal tem talento" e mostrar ao país inteiro!
"Acho que os homens é sempre a mesma coisa, a roupa é sempre a mesma coisa, sempre assim muito pindéricos, muito coisa a roupa, o calçado muito labregos, é uma coisa por demais". Tal e qual, daí como eu não me quero sentir labregos, de vez em quando até saio à rua de salto alto. Acho que sim.

Mas como nem sempre tudo acaba bem, afinal o Fernando não seria para a vida toda mas sim só até a data de hoje, e com isso o(a) pobre Tuxa teve uma separação dolorosa, tudo porque o Fernando lhe bateu. Sim, eu percebo o vosso choque, tal como eu devem estar a pensar como é que é possível querer bater em alguém como o(a) Tuxa. Ainda por cima por-lhe o bico das texanas na cara? COMO É QUE FOI CAPAZ? Ainda conseguir rasgar-lhe a orelha quando ele(a) usava o boné da Nike de inverno. Não se faz, não-se-faz. Alguém com tanto talento, que já anda há 36 anos no meio artistico, 6 filmes pornográficos de homem com homem (quer dizer.. então onde é que ele(a) entra?), revistas, gravações para França e já correu o mundo e a Bélgica, não sei como se bate a alguém assim.
Gostei da casa, mas acho que o Fernando podia chamar os do "Querido mudei a casa" para fazer uma surpresa, não sei, digo eu.
Fiquei sensibilizado com o prato e a terrina dele(a), a sério, sempre quis que me oferecessem uma terrina, sempre desejei que a minha alma gémea se lembrasse de um presente assim. Uma terrina..

Acho que com isto, todos nós vamos ficar do lado do(a) Tuxa, pelo menos enquanto tivermos sentido de humor suficiente. E se virem o Fernando na rua, digam-lhe para continuar assim.

Já eu, eu fico à espera das vossas propostas para temas, já sabem que podem enviar para o email parvoquepensa@gmail.com!

2 comentários:

Logan disse...

esse nosso amigo [ou amiga] apareceu neste tesourinho deprimente há muito esquecido:

http://www.youtube.com/watch?v=9VSKSmIpHGk

faa m. disse...

Mais logo vejo o vídeo :)