segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Um Ginger ale por favor

Não consigo perceber alguns empregados de cafés/bares. Eu sei que não é propriamente fácil trabalhar tanto tempo e aturar tantas pessoas mas também não é preciso tirar nenhum curso para tal, ou se tem jeito ou não se tem.

Mas acho que muitos complicam a sua própria vida na maneira como enquadram o trabalho ou como lidam com as pessoas.
Nenhum cliente gosta de ser encarado ou posto em causa pelo empregado, nem mesmo esse empregado gosta quando está do lado do cliente. Claro que muitas vezes é injusto, mas porquê não deixar passar o assunto? Seria muito melhor e menos um problema para aturar.

E depois há aqueles que mentem sem razão para tal. Num estabelecimento com uma internet com o mesmo nome, pergunta-se ao empregado qual é a password e ele responde "não temos internet". Tipo, para quê mentir? Assim ficamos é com má opinião do empregado quando muito provavelmente a culpa não é dele. Era bem mais simples dizer "não estou autorizado para dar a password".

E depois é preciso ter noção do sítio em que se está a trabalhar, a maneira como se lida com os clientes num bar mais cool e soft é diferente de numa tasca ou simples café. O mesmo acontece com as roupas que se usa.

3 comentários:

K@'12 disse...

Não é fácil aturar pessoas, ás vezes...
Ás vezes a vontade é mesmo mandar certos clientes à merdinha (para não dizer coisas piores) porque eles se acham que são os reis e estam no centro do mundo.
Por outro lado, tens os empregados que estam a fazer um sacrifício para te aturar e nem "bom dia" ou "boa tarde" te dizem...

O rapazito estava apenas a fazer aquilo que lhe mandaram, por isso é que te disse isso... Ás vezes os patrões é que tem a culpa :/ depois a fama dos empregados :)

aNaMartins disse...

Olha faa a queres que te diga, é mesmo preciso ter jeito e paciência para trabalhar nesses sítios e há dias que nós que trabalhamos estamos num dia mau, há dias que não nos apetece aturar ninguém, e é o nosso trabalho! há dias e dias.. e clientes e clientes! tenho dito... dizem que tenho jeito, mas eu não gosto muito lol é a videca

Rui Pi disse...

Eu já pensei em fazer uma espécie de guia de viagens, mas com os melhores sítios para se ser atendido por empregados de mesa totalmente inadequados. Acho que é um ramo de turismo inexplorado. O que mais se vê aqui na cidade de Vila Real é empregados que deixam muito a desejar à competência. Ou são antipáticos, ou mentalmente muito fraquinhos para a tarefa, ou então da segunda vez que vamos ao estabelecimento já é quase como se fossemos amigos de infância e só não recebemos dois beijinhos porque não calha...